Caderno n.38 – FULL REPORT: do concreto ao abstracto

Patrícia Lino

Baixar

Descrição

1. Foi o que o João disse: ler o poema como se recebe uma queixa na esquadra, escrever sobre o poema como se escreve um relatório sobre a queixa. Os dois, o poema e a queixa, são feitos de palavras. O João também disse: ler o poema esquecendo todos os outros livros, escrever sobre o poema e continuar sem todos os outros livros. O que o João não disse: é difícil ser polícia nunca tendo sido polícia, ignorar Homero e todos os outros, amontoá-los e depois esquecê-los a dois metros do guarda-fatos, ficar só.

Informação adicional

Ano

2015