Decapitação dos inocentes

Publicação gratuita Clique para baixar Leia online

Publicado pela primeira vez em janeiro de 1929, no número 15 da revista Gaceta Literaria, “Degollación de los inocentes” é um poema em prosa, de tom mais trágico que surrealista, em que o poeta aborda a passagem bíblica do atroz massacre de inocentes ordenado por Herodes.

“Às seis da tarde já não restavam mais que seis meninos por decapitar. Os relógios de areia continuavam sangrando, mas já estavam secas todas as feridas.
Todo o sangue estava já cristalizado quando começaram a aparecer as lanternas.
Nunca haverá no mundo outra noite igual. Noite de vidros e mãozinhas geladas.
Os seios se enchiam de leite inútil.
O leite materno e a lua suportaram a batalha contra o sangue triunfador. Mas o sangue já se havia apoderado dos mármores e ali cravava suas últimas raízes enlouquecidas.”